CMG​-​NGM​-​PDE

by nana

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      €7 EUR  or more

     

1.
03:56
2.
03:40
3.
4.
5.
04:19
6.
7.
02:52
8.
9.
05:04
10.
03:55

about

CMG-NGM-PDE foi o jeito que encontrei de me sentir em casa quando a ideia de casa ainda não me era clara. a distância, as saudades e a constante busca pela minha identidade enquanto imigrante me trouxeram aqui, e me emociona saber que não estive sozinha nesse processo. além dos amigos e parceiros que gravaram/trabalharam no disco (por quem tenho um carinho extra), quero agradecer a todos os meus amigos que estiveram ao meu lado nesses longos meses de produção, em especial a julia casotti, sis e bicha, minha mami linda, luise&luna, todas as minhas colegas de trabalho em Berlim e minha chefinha (que foi bem compreensível com meu momento) e enfim, a meu marido e parceiro em tudo, J.
obrigada por contribuir comprando e ouvindo esse álbum ❤
não deixem a música independente morrer

credits

released October 13, 2017

Letras e música por nana
Gravado no estúdio Trampolim por Fabio Barros, Gabriel Nascimbeni e Habacuque Lima
Mixado por Diogo Strausz no Trampolim
Masterizado por Felipe Tichauer - Redtraxx Mastering
Produzido por nana e Habacuque Lima
participação de Felipe S. e Lulina

Direção de Arte - Aretha Lima Costa
Foto da capa - Angelika Grossmann
Design - Davi Caramelo
Colagem e caligrafia - nana

license

all rights reserved

tags

Track Name: CMG-NGM-PDE
comigo ninguém pode e é melhor se acostumar
no meu caminho você não vai se plantar
cheguei menina, mas não se deixe enganar
a silibrina sempre pode despertar

se for preciso eu me desdobro num vulcão
minha neblina é cristalina convicção
se a toxina do meu toque te queimar
qual gasolina, arde feito estricnina,
te domina, cocaína
você não vai perdurar
aningapara/

comigo ninguém pode e eu não vou me endireitar
não tem boicote que me bote no lugar
eu to na minha, mas não venha futucar
se me enfastia eu tiro tudo do lugar

se for preciso eu viro rocha eu viro sal
sou czarina diamantina sou cristal
se a purpurina do meu corpo te cortar
qual brilhantina brilha feito turmalina
feito nitroglicerina
você não vai perdurar

aningapara/ se olhar demais posso cegar
aningapara/ tome cuidado com esse mau-olhado pro meu lado

se olhar demais posso cegar
Track Name: Copacabana
copacabana
na esquina da sua casa
você me fez esperar
tanta mágoa acumulada, tanta água
você insiste em nadar
contra a maré, na maré cheia
praia lotada
difícil de segurar a frustração geral de ser
a quase namorada da sua vida
seis da tarde o sol já quer morrer
você já sabe o que vai me dizer
a multidão que lota a condução
tem mais espaço no seu coração - que eu
copa-copa-copa-copa
copa-copa-copa-copa
deixa passar o amor,
deixa esfriar o olhar,
é tanta lágrima no mar que outro adeus não vai matar
deixa passar o amor,
deixa esfriar o olhar.
você não vê que fez de mim o fim do nosso amor.
(eu já vou, deixei pra lá)
Track Name: Menino Carioca
menino carioca
não sabe que em mim
a sua voz provoca
um gaguejar sem fim:
es-q-qu-eç-ço-q-f-f-fa-la-r

a vida continua
sarando devagar
se te vejo na rua
descuido em respirar
ai! ai! me! fal! ta! ar!

menino carioca
com nome de astronauta
perdido em botafogo
que nunca foi a lua e diz que gosta de mim
por isso é melhor que eu fique longe
o rio é muito triste pra quem ama
o rio é muito triste pra quem ama
mas triste mesmo é você, menino.

é, você tem mesmo o jeito
de me paquerar, menino
mas é que essa dor no peito
que mora no céu, no morro, no mar
e que nunca nunca cessa de voltar
é só você chegar
e se você chegar,
menino
menino
menino carioca
não sabe que em mim
a sua voz provoca
um gaguejar sem fim
menino carioca ah!
Track Name: Gato é Crime, Denuncie
eu vou fazer um gato no seu coração
você vai me dar valor
eu vou fazer um gato no seu coração
pra ver se eu descolo um beijo de sabor salmão
eu vou fazer um gato no seu coração
você vai me dar valor
eu vou fazer um gato no seu coração
pra ver se assim eu descolo um beijinho sabor salmão

gato ingrato
diz que me quer mas nunca dá bobeira
tem sempre uma desculpa pra não ir ao baile
e nunca me responde quando está online
eu vou botar na rede social
que esse gatinho é mau miau miau

gato ingrato
fala de amor mas só de brincadeira
se eu te peço nudes você não dá
se te faço um convite você tem que visitar a sua avó, que mora em Blumenau
mas é cara de pau miau miau

não vai ter pó nem quebra-quebra
não vai ter dó e nem seresta
seu coração: a caixa-forte do meu amor
nossa voltagem vai voltar a circular
eu não sei lidar com tanto insulto
eu não sei sofrer curto-circuito
meu amor, eu também quero um pouco de você
se não por bem, vou ter por mal
você vai ver
Track Name: Caoutchouc
ouço o sim desfazer
eu não vou segurar
sinto a lágrima se formar
e o meu ritmo se acelerar
eu tento e nada pode evitar a inundação
sei que sou sempre assim:
rios dentro de mim
chuva, aguaceiro, enxurrada,
cargas d’água, toró, trovoada,
temporal que eu sigo em disparada pra fugir
não diga que não olha pra trás, não diga que gosta de mim.
eu fiz nascer agua e metal
eu fiz nascer cobra coral
eu fiz nascer o mboitata
eu fiz a lágrima.
Track Name: Independência ou Morte
Se ao cochilar tendo a revisitar
alamedas de antigo azul
banca,
bilhar,
móveis a sustentar
pantanais de salitre e tuiuiús
E ao despertar desse idílico lar,
desconheço meu cobertor,
livros sem ler, prazer de acumular,
desapego pra bicho ou flor.

Como é difícil ser feliz com tanta coisa que eu não quis.
Bem devagar me permito aceitar tomar conta do meu nariz

Sonho embarcar hipotéticos ônibus
que nunca vão atrasar
só pra saltar entre as bananeiras,
palmeiras
e samambaias.

Bem devagar.

Como incomoda a cicatriz de tanta coisa que eu não fiz.
Dizem que amar é poder libertar, que se vá então o país.
Track Name: Rua Paysandu
Eu canto a cidade, eu canto o amor
eu canto as palmeiras da Rua Paysandu
Eu conto a verdade, eu conto o horror
eu conto as palmeiras da Rua Paysandu

Eu conto os preços no Arpoador
e os enguiços do elevador
eu conto as horas na zona sul
e as palmeiras na Rua Paysandu
Eu conto as casas no Vidigal
e os fidalgos na Ilha Fiscal
eu conto os nomes em nhangatu
e as palmeiras da Rua Paysandu

Eu canto a cidade, eu canto o amor
eu canto as palmeiras da Rua Paysandu
Eu conto a verdade, eu conto o horror
eu conto as palmeiras da Rua Paysandu

Se o bom da vida é ter um céu azul
Melhor então viver feito urubu
lutei lutei, mas já me acostumei
a merecer você, você, você

Eu leio a sorte no sacolé
e vejo a morte em toda mulher
eu vejo a carne se desprender
e conto os ossos a aparecer

Eu conto os móveis de Jacarandá
e as varandas contemplando o mar
eu conto as moscas a me corroer (olha a mosca!)
São 1 bilhão 338 milhões 760 mil 422 moscas e contando.

Eu canto a cidade, eu canto o amor
eu canto as palmeiras da Rua Paysandu
Eu conto a verdade, eu conto o horror
eu conto as palmeiras da Rua Paysandu

Se o bom da vida é ter um céu azul
Melhor então viver feito urubu
morrer morrer em sonhos veranis
pra me esconder debaixo dos debris.
Track Name: Dieffenbachia II
pois que diga o que quiser,
eu vou seguir com a minha vida
eu tenho só você
e só você tem a sorte de me ter

nada vai nos machucar
e nem causar qualquer ferida
e se alguém lhe ameaçar
eu viro um bicho homicida

o pouquinho de amor que eu peço pra viver
vai fazer a casa incendiar e o bairro inteiro ver
e se o fogo se alastrar, periga de morrer

pois que diga o que quiser
eu vou seguir com a minha vida
eu tenho a plena certeza de um dia voltar
mas sei lá
as vezes o amor é uma rua sem saída,
mas ainda: a paixão é uma ladeira em descida

o pouquinho de amor que eu posso oferecer
vai fazer o rio transbordar e a vila desaparecer
e se o povo não migrar, periga de morrer.
Track Name: Bomba
do impulso ao mergulho,
ecoa um barulho
nadando no fundo com medo do mundo
na piscina do clube
ficamos no escuro
é noite e as luzes morreram na água

e na água eu pude enxergar
você afundar
na água a me afogar
você a olhar

do impulso ao mergulho
eu ouço um borbulho
o corpo recua, suspenso em mercúrio
na piscina do clube
ficamos no escuro
só fantasiando que o raso é seguro

e é preciso armar a bomba
é preciso andar sobre a água
é preciso olhar e mirar
é preciso amar e nadar

e na água eu pude enxergar
você afundar
na água a me afogar
você a olhar

é preciso amar a bomba
é preciso olhar sob a água
é preciso andar e mirar
é preciso armar e nadar

bomba bomba bomba…
Track Name: W.O.
conte até três,
começou tudo de novo:
o sol nasceu, a dor passou
não foi em vão, não
que sorte a de poder dizer adeus sem se odiar
que pena o azar desse adeus logo chegar
não perdi a fé no jogo, não
mas é cedo pra se apaixonar

que triste perceber
você perdeu por W.O.
e tanto desistiu
que quem perdeu fui eu.
de fora, quem vê
da arquibancada, o cerco se fechar
deve até pensar que fui eu que me deixei derrotar
não perdi a fé no jogo, não
mas é cedo pra se apaixonar
drible drible gol drible drible gol

If you like nana, you may also like: